Make your own free website on Tripod.com
   



A jornalista Paula Saldanha com o macaco Loyola

De 1972 a 1983 na TV Globo.

"Foi o primeiro telejornal para crianças e jovens da televisão brasileira. Nos dois primeiros anos não tinha apresentador, era narrado por Sérgio Chapelin. De 1977 a 1983, foi apresentado pela jornalista Paula Saldanha.

O Globinho tinha uma linha não apenas de informação mas também de questionamento onde na maioria das reportagens os jovens podiam dar sua opinião sobre temas da atualidade e da realidade brasileira.

Grandes nomes da cultura brasileira foram entrevistados por Paula Saldanha e também pelos próprios jovens, dando uma linguagem dinâmica ao programa.

No final de cada Globinho eram apresentados desenhos animados e filmes de animação de vanguarda (como a Família Barbapapa, Míu e Mau e a Linha). O Globinho foi um programa que marcou toda uma geração pelo seu caráter de inovação."

"Em uma época em que nem se sonhava com xuxas, angélicas e elianas, a televisão brasileira contou com este programa infanto-juvenil peculiar. Um telejornal feito por a para crianças e jovens, que debatia temas como cidadania e meio ambiente.

De 77 a 83, a jornalista e escritora Paula Saldanha, 47, comandou a atração que até hoje é lembrada por quem tem mais de 25 anos. Com duas edições diárias – exibidas às 17h15 e às 11h30 -, o programa era composto de reportagens, entrevistas, debates, desenhos e filmes de animação pouco convencionais.

Em pleno regime militar, era o único telejornal da Globo que não sofria censura prévia do governo. “Para a censura, éramos apenas um programa infantil. Mas poucos sabem que colocávamos no ar reportagens que haviam sido cortadas em outros telejornais”, conta Paula.

Por causa disso, quase metade da audiência do “Globinho” era formada por adultos. “A gente abordava a seca do Nordeste e ia até Brasília conversar com ministros. Tínhamos equipes em cinco capitais do Brasil, com repórteres mirins”.

A atração chegou ao fim quando a Globo decidiu trocá-la por um programa de sorteios. “Nossa equipe não concordou com aquilo e resolvemos acabar com o 'Globinho'”."

Bibliografia

[anterior] [próximo]
[volta]