Make your own free website on Tripod.com
   


A responsabilidade de pais e mestres

A TV assumiu a responsabilidade de ser uma substituta de pais, tios, tias e avós. Com a competitividade no mercado de trabalho, com a mulher fazendo parte deste mercado, os adultos já não possuem tempo para despenderem com as crianças.

Segundo uma pesquisa feita pelo Ibope, durante as férias as crianças assistem, em média, 3 horas por dia de TV, 20% a mais que a média da população. Durante o ano letivo, esta média cai para 2 horas e meia de programação assistida.

Por outro lado, segundo uma pesquisa americana, os pais passam, em média, sete minutos por dia com seus filhos. Este tempo refere-se a um tempo onde a atenção está voltada somente para as crianças, sem que o adulto esteja fazendo outra coisa. Há um descompasso. Há tempo demais para um e tempo de menos para outro. E é justamente aí que podemos identificar a influência negativa da televisão na vida das crianças.

Aliás, um dado importante, é o que as crianças vêem. Os programas mais vistos pelas crianças são as novelas, telejornais e filmes da programação noturna. No horário entre 20h e 22h, 94% das crianças, pelo menos dos centros urbanos, estão diante da TV. Isto ocorre porque é neste horário que elas estão em casa e assistem ao que os seus pais assistem. Logo eles, responsáveis em impor limites aos filhos.

Porém, não há como negar, a televisão é importante na vida das crianças pelo próprio processo de sociabilização. Os assuntos pautados pela TV fazem parte das relações interpessoais, as pessoas comentam e discutem sobre o que assistem. A TV ensina de uma forma rápida e divertida e estimula as crianças. Por outro lado, ela mostra um lado fantasioso da realidade, não mostra o limite entre fantasia e realidade. Neste momento entram as figuras dos pais e professores.

Os pais e professores culpam a televisão pelos males da sociedade. Se há violência, a culpa está nos filmes e novelas, se há um processo de sexualidade precoce nas crianças, a culpa está no excesso de erotismo dos programas. Será que, desligando a TV, todos os problemas estarão resolvidos? Ou seriam os pais e professores que estão relegando a TV responsabilidades sobre a educação das crianças?

Na realidade o processo parte da sociedade para a TV e não o inverso. Culpar a televisão por tudo é renegar responsabilidades. Atenção de adultos é fundamental para a formação das crianças. São eles que passarão às crianças valores e que imporão limites. Isso nenhum programa, por melhor que seja, irá substituir.

A responsabilidade de pais e mestres
Os programas educativos
Imaginário e Pensamento
Um olhar infantil

Bibliografia

[anterior] [próximo]
[volta]